galeria de arquitectura new now vírgula i

New Now é um ciclo de exposições que convida arquitectos emergentes a refletirem sobre o seu trabalho a partir de um exercício de apropriação do espaço físico da Galeria de Arquitectura. O exercício projectual será comum em todas as edições e deverá subordinar-se à linguagem e à temática que vão definindo o trabalho desenvolvido pelo atelier convidado para manipular as qualidades espaciais que definem o espaço existente.
Na sua primeira edição, New Now convida os Vírgula i. O tema que o colectivo de arquitectura explora em New Now é o da criação de um espaço-crítica ao crescente auto-centrismo que tem caracterizado a sociedade actual, propondo a construção de um templo efémero dedicado ao Ego no interior da Galeria. A partir de uma estética e materialidade invulgares, caracterizantes permanentes da sua obra, trabalham, neste contexto, a ideia da monumentalidade, do sagrado e do profano para convidarem o transeunte a um exercício de auto-reflexão.

 

mais informação | galeria de arquitectura 

Organização Galeria de Arquitectura – Andreia Garcia e Diogo Aguiar Colaboram nesta exposição Vírgula i – Leonor Macedo, Pedro Guedes Simões, Teresa Aguiar, J.P. Pereira and collaborators João Pignatelli Vasconcelos and José Tomás Cambão Comissão Consultiva Inês Moreira, Mariana Pestana, Pedro Bandeira and Pedro Campos Costa Design Gráfico And Atelier João Araújo e Rita Huet Website Sara Orsi Fotografia de exposição Tiago Casanova Parceria Patch


Andreia Garcia (Guimarães, 1985) é arquiteta, curadora, investigadora e professora em áreas da arquitetura, da cidade, do design e da cenografia urbana. Fundadora do Andreia Garcia Architectural Affairs, atelier sediado no Porto, tem-se especializado na disseminação da arquitetura através da investigação, de prática curatorial e de projetos editoriais.

 

De 2011 a 2012, foi comissária do projeto Smaller Cities e coordenadora dos projetos da Paisagem Criativa na Guimarães 2012, Capital Europeia da Cultura. Em 2015 foi curadora do Projecto Memória que celebrou o centenário do Theatro Circo de Braga e que culminou com o lançamento do livro “O Theatro e a Memória”. Em 2016, foi responsável pela coordenação editorial e programação da Representação Portuguesa na XXI Trienal de Milão.

 

Em 2017, assume a curadoria do programa de arquitetura para a Bienal de Arte Contemporânea da Maia e é convidada a pensar duas exposições para a Galeria Vertical, no Silo auto do Porto.

 

Andreia Garcia é mestre em Arquitetura, com a dissertação intitulada Arquitectura e Cinema. Jacques Tati e Le Corbusier – Diálogos sobre o Modernismo, pelo Departamento de Arquitetura da Universidade da Beira Interior (UBI, 2008).
O doutoramento que concluiu em Teoria e História da Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa (FAUL, 2015) recebeu o Prémio Professor Manuel Tainha, pela melhor Dissertação no Doutoramento em Arquitetura de 2014/2015. Em 2016 lançou o seu primeiro livro individual intitulado Espaço Cénico, Arquitectura e Cidade, pela Caleidoscópio.
Desde finais de 2016 é cofundadora, com Diogo Aguiar, da Galeria de Arquitectura, um espaço independente dedicado à reflexão sobre a arquitetura, no Porto.
É, desde 2017, professora auxiliar convidada no Curso de Arquitetura da Universidade da Beira Interior.

 

 

Colaboradores

2017.

Inés Brotons (ES)

 

Contactos
praça coronel pacheco nº2, 4050-453 Porto
andreiasogarcia(at)gmail.com